Ano novo e vida nova, será mesmo?

Em 06.01.2016   Arquivado em Textos

Ano novo e vida nova

Hey pessoal, tudo certinho? Feliz ano novooooo! Já desejei uma vez, mas desejo de novo, que mal tem não é mesmo? rsrs. 😀

Estava aqui na frente do computador, começou a chover e deu uma vontade de “falar” algo que já estava preso aqui dentro. Algo sobre o ano, o tempo e nossas atitudes. Espero que não se ofendam, foi só algo que eu achei interessante falar. 🙂

Depois que o ano virou, ouvi e li muitos pedidos para que esse ano fosse diferente, para que a vida mudasse e para que todos os sonhos fossem realizados. Só que todos os anos que entram essas mesmas pessoas, pedem as mesmas coisas, como se o responsável por essas mudanças fosse o ano e não elas.

Parece que para elas quando o relógio apontar 00:00 e o calendário mudar para 01/01/2016, tudo mudará assim em um passe de mágica. Seria tão bom se fosse assim não acham?! Tudo o que queremos, acontecer em um instante, seria lindo demais cara.

“Aah vai me dizer que você não fez nenhum pedido?” Eu fiz sim, mas sei que tudo o que pedi só depende de mim para ser realizado ou mudado. Assim como tudo o que todos pediram só depende deles e não do ano, do dia ou do mês.

Mudanças só vem se a gente correr atrás, se fizermos de tudo para que aquele sonho se realize. O ano não te mandará aquele emprego desejado, a felicidade almejada, o amor verdadeiro, ficar esperando que as forças intergaláticas anuais (eitcha!) realizar seus desejos, será uma espera bem cansativa (e põe cansativa nisso, rs). Não sei se vocês estão captando o que estou querendo dizer aqui, mas espero de coração que sim.

Para que o seu ano seja melhor do que o anterior, é preciso que você se esforce para isso, que você mude por dentro e que você se empenhe. Não conseguiu aquele emprego? Não se desespere, não procure algo para culpar. Vá a procura novamente no outro dia. Não passou no vestibular? Calma, respire fundo, estude de novo e faça novamente, você vai conseguir, eu sei que vai. Quer comprar aquele celular desejado e não tem dinheiro? Faça trabalhos extras, junte dinheiro, faça economias.

Comece a pensar em suas atitudes, você concorda com a forma que você anda agindo ultimamente? O que aconteceu para que o ano que passou não ter sido tão bom quanto gostaria? Pense no que você fez que possa ter dado errado e tente fazer diferente desta vez. Só não vai me inventar de dizer “ah esse ano tá uma bosta, 2017 chegue logo” por favor! Ficamos combinados assim? 😀

E então? será ano novo e vida nova mesmo? Ou será só mais um ano para você reclamar e desejar que venha o próximo? A reposta para essas perguntas só depende de você, ou melhor, de nós, rs.

Pense nisso com carinho tá?

Sonhar é lindo, correr atrás dos seus sonhos é mais lindo ainda. (Eitcha menina) 😀

 

 

Um xêru e um maravilhoso 2016 a todos!

Será que você nunca irá se satisfazer?

Em 18.12.2015   Arquivado em Textos

satisfaçaoFelizmente não! Na verdade você nunca se dará por satisfeito. Até mesmo a mais perfeita vida não será perfeita para você.

Se caso fosse diferente acredito que sobraria comodismo e faltaria felicidade. Ahh a felicidade, objetivo primário de todo ser. Muitas vezes tão escassa e outras tantas tão presente. Porém, se você quisesse que sua vida fosse somente alegria estaria pecando em se privar da tristeza ou derrota. Acredite, perder as vezes é saboroso e nos completa. Por outro lado a não satisfação pode trazer um não contentamento perene. É preciso saber lidar com esta situação.

É necessário dividir a vida em pequenos objetivos alcançáveis para chegar em um objetivo bem maior. Bem maior, mas bem maior mesmo. De modo que você passe a vida inteira buscando este objetivo e acabe talvez sem alcança-lo, mas muito feliz por ter alcançado todos os pequenos objetivos anteriores. Então, você entenderá que a vida é uma busca sem fim. Uma busca pela satisfação, uma busca pela felicidade e o que realmente vale é o caminho que se percorre e não o termino da jornada.

Se alguém te perguntar o que fez em sua vida. Apenas diga que viveu, que viveu intensamente!