Coisas que não te contaram sobre o BC (Big Chop)

Em 24.11.2015   Arquivado em Cabelo

Como vocês já sabem, eu passei pela transição capilar e fiz o big chop (grande corte) vai fazer 2 anos mês que vem. 😀 Se você não tiver sabendo do que estou falando confira esse post aqui. Quando eu cortei o cabelo, passei por algumas situações que não estava preparada, pois só lia e ouvia coisas boas sobre o tal big chop, o quanto era maravilhoso e libertador (o que de fato é verdade), mas eu só sabia dos prós e não dos contras.

Por isso cá estou eu, depois de 1 ano e 11 meses de big chop, vim te contar 7 contras sobre o grande corte que talvez você que está em transição, não saiba:

1- Depois do BC pode demorar 1 mês ou mais para os cachos modelarem sozinhos.
Isso acontece porque o cabelo está acostumado com o excesso de alisamento e por isso pode demora um pouco para ele “acostumar” com os cachos.

2- Não acredite em fotos de cacheadas na internet.
Muitas meninas, não todas, mas a maioria das moças que tiram fotos do cabelo, fazem um monte de coisas para os cachos ficarem modelados, texturizações, dedoliss, por isso não se enganem.

3- Não se iluda, seus cachos não ficarão iguais ao da moça do instagram, pinterest ou de sei lá onde.
Cada cacho/crespo tem a sua forma. Apesar de separarem por tipos 3A, 3B, 3C, 4A, 4B e 4C o cabelo é diferente um do outro, a forma, a textura, tudo é diferente. Por isso você tem que conhecer seus fios. Alguns produtos que são bons para o meu crespo, pode não ser para o seu e vice-versa.

4- Terá dias que você se arrependerá de ter cortado.
Sim esses dias existirão. Nem tudo são flores, não é mesmo? Terá dias que você chorará, se perguntará porque diabos fez isso. Mas calma, respira, não banque a neurótica, esse pensamento é passageiro, lembre-se que você não precisará mais ficar horas e horas no salão, pra depois sair de lá com a orelha e cabeça queimada, rsrs. Lembre-se da liberdade de poder molhar o cabelo quando quiser, sem se preocupar se a chapinha vai sair e o cabelo encolher. Que coisa boa poder banhar na chuva, concorda?

5- Em cada parte do cabelo os cachos serão de texturas e formas diferente.
Como eu disse lá em cima, cada cabelo são de formas diferente, até seus próprios cachos tem formatos diferentes. Por exemplo o meu, atrás cacheia mais do que na frente, às vezes é preciso fazer dedoliss se eu quiser mais definido.

6- Cabelo cacheado/crespo dá trabalho sim.
Apesar de algumas meninas negarem, cabelo crespo dá trabalho sim para cuidar. Acontece que conforme você vai cuidando de seus fios, você entende que esses procedimentos só fazem bem a eles e isso passa a não incomodar mais. Quando eu cuido do meu cabelo, é como se fosse uma terapia, é uma coisa que eu adoro fazer, pois sei que os benefícios são enormes.

7- As pessoas vão falar que você está feia.
As pessoas sempre falam não é verdade? Namoral, elas adoram falar dos outros, não importa o assunto. Elas dirão que você é louca, que fez besteira, que você está feia, que preferia seu cabelo antes. Mas também existirá aquelas que te elogiarão e são esses comentários que você deve filtrar. Eu sei que às vezes é dificil não se importar com a opinião alheia, mas faça o possível. Se você tiver em mente que isso será bom pra você, se isso for o que você realmente quer, comentário nenhum fará diferença. Por isso, se você pensa em passar pela transição capilar e pelo big chop, faça isso por você, tenha certeza absoluta de que isso é o que você realmente quer. Não faça porque fulaninha fez também, certo?

 

 

 

 

Espero que eu tenha te ajudado e esclarecido algumas coisinhas que as meninas não costumam falar. Mas se ficou com alguma dúvida não precisa ter vergonha é só perguntar. Aaah e lembre-se bem, independente de você assumir o crespo ou não, SE AME! O legal é você se olhar no espelho quando acordar e pensar “poxa eu sou muito linda!” independente de como você seja, certo? O que acharam do post de hoje? Você está em transição ou fez o Bc? Conta pra gente! 😀

Beijos!

Transição capilar e big chop, a história do meu cabelo!

Em 07.05.2015   Arquivado em Cabelo

Pra quem não sabe, faz um ano e cinco meses (mais ou menos) que assumir meu cabelo natural depois de um ano de transição capilar (que é quando você para de fazer qualquer processo químico no cabelo pra deixar ele crescer), desde então, cada dia que passa amo mais ainda meu cabelo e a minha decisão. Pois cabelo cacheado/crespo não é só estética, é identidadehistóriaancestralidade é aceitação!

   Vou contar pra vocês um pouco da história do meu cabelo, blz?

Eu comecei a alisar meu cabelo quando eu tinha uns 8 ou 9 anos (não lembro direito), ele  era beem volumoso, lembro que minha mãe sempre deixava amarrado ou com algum penteado, nunca deixava solto, por que eu achava feio. Em um belo dia (ou nem tão belo assim rs) uma mulher falou de um tal de “Toin” um alisamento infantil que segundo a mulher tirava o volume, então a mulher passou esse tal produto no meu cabelo, resultado: ele quebrou e ficou a coisa mais horrorosa do mundo. Passando-se uns tempos eu fui no salão de beleza com a minha mãe e quando a cabeleireira viu o estado do meu cabelo, ela falou que tinha um produto que resolveria o problema, então ela alisou com “Hair life” que vende no mercado, nos primeiros meses ficava uma beleza depois de 3 meses tinha que fazer de novo, daí em diante eu fui alisando com ele, às vezes eu mesma fazia em casa ou pedia minhas tias pra fazer quando a raiz crescia,sem contar que eu fazia chapinha quase todos os dias.

Só que eu queria ele mais liso e por mais tempo. Então, em dezembro de 2010 descobri o “Alisa hair” as pessoas me diziam maravilhas sobre ele, então pedi uma amiga pra passar em meu cabelo, resultado: ele ficou bem baixinho quase grudado no couro cabeludo, perdi bastante cabelo, ficou ralo quebrou bastante e ficou muiiiito seco, muito mesmo, sem contar as pinturas e relaxamentos que eu fazia direto.

Mas teimosa como eu sou, passando-se seis meses eu voltei a alisar com o hair life, com a esperança de que o cabelo iria ficar bonito, ele ficou “liso” nada de reclamações.Daí em 2012 me apresentaram a “Selagem” (dizia a moça que era uma hidratação e que não agredia o cabelo) daí no mês de julho do mesmo ano, fiz a tal selagem, ficou muito bom realmente não agrediu o meu cabelo, estava feliz pois tinha achado a solução para os meus problemas, daí em outubro do mesmo ano, eu fiz alisamento junto com a selagem, meu cabelo ficou bem baixinho e como não tinha quebrado nem nada, quando chegou dezembro época de férias, viagens,  visitar amigos e familiares distantes, eu procurei a cabeleireira pra fazer o alisamento junto com a selagem de novo, só que ela me disse que a raiz tava muito pequena e que se fizesse ele iria cair, então eu fiz só a selagem mesmo, passando-se uns dois meses mais ou menos o meu cabelo começou a cair e a quebrar, as pontas estavam de dar dó de tão ressecadas, fui em outra cabeleireira e ela teve que cortar meu cabelo um pouco acima do ombro e fazer cauterização.

Meu cabelo nunca passava do ombro e quando passava as pontas ficavam secas e tinha que cortar. Depois de passar por tudo isso em 2013 decidir parar por ali, prometi pra mim mesma que não iria alisar, nem colocar nenhuma química no meu cabelo e que deixaria ele crescer pra ter meus cachos de volta, depois dessa decisão entrei em transição, fiquei um ano nesse processo e fazia chapinha de vez em quando para ocasiões que realmente precisava, depois desse ano cortei meu cabelo bem curtinho tirando toda a química (as pessoas ficaram surpresas e muitas não me disseram nada mas percebi que não aprovaram, mas quem se importa? Haha o que importa é meu bem-estar e minha felicidade não é mesmo?) e isso já faz 1 ano e 5 meses, êêêêêêê!

Confira a foto de uns três dias após fazer o BC (ou Big Chop que significa Grande Corte – quando corta toda a parte alisada do cabelo) e a foto recente depois de 1 ano e 5 meses do big chop. Cabelo cacheado/crespo cresce sim, viu?! (risos)

Cabelo cacheado/crespo
  Nem preciso dizer que estou feliz né? Pelo sorriso já dá pra perceber hahaha!

Ultimamente tenho reparado que meninas e meninos (sim, meninos também) de todo o Brasil (e fora também), estão cada vez mais aceitando seus fios do jeito que Deus fez e isso é lindo de ver, é como se fosse um tapa na cara da sociedade, que construiu um padrão de beleza que só se encaixa pessoas magras, com o cabelos liso e loiro e o que não for assim é visto como feio, mas isso já está mudando e é bem notável. #Yay

 

Blogs e youtubers que falam sobre cabelo cacheado/crespo que eu indico, sigo e amo: Rayza Nicácio, Blog Cacheia, Apenas Ana, Mi Shirai, Joyce Carter e muitos outros.
Mas agora me diz você! O que achou do assunto do post de hoje? Conhece alguém que passou pela transição capilar e/ou fez o big chop? Ou você está passando por isso? Me diz o que você está achando das pessoas resolverem assumir suas madeixas naturais? Espero respostas heiin!
Aaah, curta/siga as redes sociais pra ficar informado sobre as novidades do blog FacebokInstagram,Twitter. Pode compartilhar com os amigos também se quiser, fique à vontade!

 

Mil beijos e se cuida 😉