Papeis de parede para celular

Papel de parede para celular

Papel de parede para celular

Esses dias eu estava navegando no Pinterest e resolvi procurar umas imagens legais para colocar na tela do meu celular (sou dessas). Achei umas tão bonitinhas que pensei em compartilhar algumas, para vocês baixarem e colocarem em seus aparelhos, se gostarem, claro, haha. 😀 Espia só:

 

papeis de parede

papeis de parede

papeis de parede

 

papeis de parede

papeis de parede

papeis de parede

papeis de parede

papeis de parede

 

Qual vocês mais gostaram? ♥

 

 

Cultura do estupro, o que é?

cultura do estupro

cultura do estupro

Após o terrível caso de estupro que aconteceu com uma jovem de 17 anos, violentada por 30 homens (me arrepio e fico nervosa só de pensar no medo que ela sentiu, em tudo o que passou e ainda está passando), o assunto “cultura do estupro” encheu as redes sociais e claro que eu não poderia deixar de falar sobre isso aqui no blog.

Aliás, tem uma postagem maravilhosa sobre esse assunto lá no BuzzFeed, deem uma olhada, recomendo muito. E essa do Super Interessante “Como Silenciamos o Estupro“.

O que é “cultura do estupro”?

É uma cultura em que a violência sexual é considerada a norma – em que as pessoas não são ensinadas a não estuprar, mas a não ser estupradas. Por exemplo, as pessoas (as mulheres em especial) são ensinadas a se vestirem “comportadamente” para “não atiçar o desejo carnal do sexo oposto”.

Na maioria das vezes, sempre culpam a vitima por usarem determinada roupa ou estarem em local e horário “indevidos”, o que é errado, pois o único culpado é o estuprador. A vitima não tem culpa de absolutamente nada.

Dizer que “ah mas ela estava de short” “também, olha o horário que fica na rua” não justifica e nem dá liberdade para alguém violentar sexualmente a mulher.

O estupro não acontece só nas ruas, por homens esteticamente malvados, que ficam nas esquinas fumando seus cigarros, com uma faca escondida embaixo da camisa e observando as pessoas, viu? Ele acontece dentro de casa também, no local que deveria ser o campo de conforto e segurança de todo individuo, por homens que são socialmente vistos como direitos e de família. O estupro acontece quando a mulher está dormindo, lavando a louça, voltando da faculdade, indo para o trabalho, assistindo TV, o estupro acontece a cada 11 minutos no Brasil e isso tem que acabar, já!

A cultura do estupro, destrói famílias, mulheres, homens, crianças, vidas.

Se você já foi vitima ou está sendo vitima de estupro, não tenha medo, disque 180 para o Central de Atendimento à Mulher e denuncie. Se você não está sofrendo nenhum abuso, mas sabe de alguém que passa por isso, denuncie também, pois caso contrário, você está permitindo que isso aconteça e se você permite, se torna cúmplice e está cometendo um crime.

Nas redes sociais, as pessoas botaram os dedos para falar e no Twitter o assunto foi parar nos trends, veja alguns tweets:

 

 

Imagem (onumulheresbr)
Imagem (@onumulheresbr)

cultura do estupro

 

Até quando vamos ter que presenciar casos absurdos de estupros? Até quando vamos ter que andar nas ruas com medo de ser a próxima vitima? Até quando?