Na calada da noite

Na calada da noite, sussurrei versos em seu ouvido. Poesias sobre o universo, o mar e como o destino nos uniu. Ele ouvia atentamente, às vezes mordia os lábios tímidos.

No fim, eu disse que o amava e ele com um sorriso sem jeito, deitado na minha cama, olhando em meus olhos e a boca tremendo, respondeu: “eu também te amo, demais”. Em seguida, ele pegou uma caixinha preta que estava em seu bolso e me entregou.

Fiquei parada olhando em seus olhos, não sei por quanto tempo ao certo. Mas foi o suficiente para entender que, independente de como terminaríamos, minha felicidade estava ali, naquela cama.

A boca dele como um imã, encontrou a minha. Sua mão pousou em minha nuca me puxando para baixo, contra o seu corpo. Uma lágrima teimosa ousou cair dos meus olhos, nenhuma palavra foi dita a partir dali, não precisávamos disso, apenas do silêncio e das carícias que passaram a se tornar uma das nossas melhores lembranças para o futuro.

Na calada da noite, continuamos felizes, amando um ao outro como se estivéssemos acabado de descobrir o significado disso. Como se quiséssemos viver daquela forma para sempre, até a morte nos separar.

Livro: Surpreendente! Maurício Gomyde

Sabe quando a gente termina um livro e fica com um calor no coração? Aquele sentimento de querer que exista uma continuação? Aqueles livros que realmente é SURPREENDENTE! Assim como o titulo?

Pedro Diniz tem um desafio e um problema pela frente.
O desafio: filmar um roteiro magnífico capaz de surpreender o público e conquistar o prêmio mais importante do cinema brasileiro.
O problema: não ter a menor ideia de como fazer isso.

O livro “Surpreendente!” de Maurício Gomyde (escritor brasileiro – foco nisso), fala sobre um jovem amante e recém-formado em cinema, que tem o sonho de conquistar o prêmio mais importante do cinema brasileiro o Cacau de Ouro. O nome dele é Pedro, tem 25 anos, trabalha em uma locadora na periferia e possui um espaço no porão de um bar o “Cultural” onde dirige o último cineclube de São Paulo. Pedro, possui uma doença degenerativa na retina que pode acabar de vez com sua visão. Mas por decisão do destino ou não, a degradação da sua visão, parou inexplicavelmente, tornando-se um milagre ou coincidência. Uma aberração positiva da natureza.

Quando criança, sua avó entregou-lhe um colar com o pingente do Olho Turco, dizendo para ele nunca tirar esse colar do pescoço e que quando ele estivesse preparado ela iria fazer uma revelação a ele.

Com uma vontade louca de saber essa revelação, de ganhar o melhor prêmio de cinema brasileiro e com o apoio do amigo Fit. Pedro tem uma ideia, fazer um filme caseiro, uma semana inteira filmando aleatoriedades, sem roteiro, durante uma viagem, à Pirenópolis. A única certeza que eles possuem é que farão uma viagem dos sonhos.

Apenas, 4 amigos, materiais de filmagem “roubados” da faculdade nas mãos, um Opala 1992 denominado “Diabo Loiro” e uma vontade de gravar um filme caseiro inesquecível, fantástico, surpreendente…

-Quatro malucos sem destino, com câmeras nas mãos? Isso, sim, é que é cinema! Cinema Clichê! Fit, conecta meu iPod aí. Lista CHANCE com letra maiúscula. (Pedro)

A história acontece aqui no Brasil, mais precisamente em São Paulo e em Pirenópolis (interior de Góias), local onde mora a avó de Pedro.

Os personagens são muito cativantes e engraçados. Fit o melhor amigo de Pedro, é estudante e amante de cinema audiovisual, sempre que pode, usa frases de seus personagens favoritos, seja de filme ou desenho animado. Mayla, a menina mais criativa da região, rs, é garçonete do bar “Cultural”, o qual Pedro tem um espaço onde usa como cinema o “Cinema SubCultural”. Cristal, ruiva, mais conhecida como “a menina de cabelo de fogo”, é estudante de física nuclear mas que quer se especializar em arqueometria. Ah Pedro se apaixona por ela (shippei muito). Ela é muito engraçada e inteligente.

A escrita do livro é bem leve. É uma escrita gostosa que te prende no instante que você começa a ler. Achei bem descritiva também, todos os objetos, pessoas, lugares e acontecimentos que o escritor descreveu, consegui imaginar na minha cabeça facilmente. Gosto assim.

A editora também está de parabéns! A capa é muito linda. Confesso que me encantei com ela assim que bati o olho, foi um dos motivos que me fez querer comprar o livro. O tamanho das letras é perfeito, nem tão pequeno, nem tão grande.

Fiquei extremamente apaixonada por essa história, ainda mais sabendo que foi escrita por um brasileiro. Fiquei sabendo que o livro Maquina de Contar História também de Mauricio Gomyde é muito bom. Já sei qual será o próximo que comprarei.

Informações do livro:

Páginas: 272 | Ano: 2015 | Gênero: Romance | Editora: Intrínseca | Escritor: Mauricio Gomyde

Quem é Mauricio Gomyde?

Foto: Leo Aversa / Divulgação Instrínseca

Além de escritor, é músico (baterista e compositor). Mora em Brasília. Lançou quatro livros independentes, por sua própria editora, tendo sido reconhecido como um dos nomes mais significativos da literatura independente no Brasil. Em 2014 foi contratado pela editora Novo Conceito, para o lançamento de “A Máquina de Contar Histórias” e, devido ao sucesso alcançado na Bienal do Livro de São Paulo (2014), foi contratado pela editora Intrínseca para o lançamento, em 2015, do 6º romance, chamado “Surpreendente!”. É colunista do site da editora Intrínseca, onde escreve semanalmente. (Informações: Wikipédia)

 

 

 

Você já leu esse livro? O que achou? Pretende ler? Me diz aí, ou quem sabe, me indica outro livro para comentar aqui no blog.

Me acompanhe e acompanhe o blog nas redes sociais: Intagram | Twitter | Fanpage | Bloglovin (para ver notificações de novas postagens em tempo real).

Como finalizo o meu cabelo crespo, sem fitagem!

É engraçado pra mim assistir esse vídeo, pois eu estava tão nervosa na hora que fiz a apresentação dele. Eu tremia e suava. A câmera é realmente desafiadora e assustadora, rs.

Dias atrás, perguntei no stories/snapgram (ainda não acostumei com isso) quem gostaria que eu fizesse um vídeo mostrando a minha finalização. Algumas pessoas responderam que sim, para a minha alegria, rs. Então, resolvi gravar esse vídeo.

Como não gosto de fitagem, pois demora bastante e morro de preguiça. Eu acostumei a finalizar o meu cabelo de uma forma rápida e fácil. Lembrando que nem sempre eu finalizo dessa forma, sempre busco uma forma melhor e mais tranquila. Mas na maioria das vezes é dessa jeito.

Os produtos que utilizei no vídeo foram:

  • Óleo Semente de Uva da Farmax (é super baratinho e você pode encontrar em qualquer farmácia ou supermercado).
  • Creme de pentear Casulão Bicho S Bom (esse foi complicado para eu achar, achei em um supermercado aqui em Brotas, custou R$12,00)

Pode parecer bobagem mas isso é uma conquista pra mim, pois em minhas metas para esse ano, eu disse que queria voltar com o canal, mas voltar mesmo! Fora que sou muito tímida, então pra mim isso é uma quebra de barreiras. Uma quebra das boas, rs.

Tentarei postar vídeos todos os sábados e se você quiser pode mandar sugestões e ideias, viu?!

Vou deixar de papo por aqui e deixarei vocês assistirem o vídeo, espero que goste. Perdoe os erros e bugs.

Agora só aperta o play:

 

E então, o que achou do vídeo, gostou da dica de finalização?